5 Dezembro 2020

Entretenimento

A influencer modelo que mostra a verdade sobre as “imagens perfeitas” no Instagram

Se há uma coisa que podemos encontrar no Instagram são imagens de coisas que estão a anos-luz de corresponder à realidade. A nova tecnologia tem algumas coisas ótimas… mas são uma espada de dois gumes se não soubermos como usá-las. As redes sociais, além de serem um instrumento de comunicação, também servem para influenciar a nossa sociedade e, se os valores que transmitem são perigosos ou prejudiciais… as coisas podem tornar-se bastante complicadas.

As fotos preparadas, ‘pré-cozinhadas’, calculadas milimetricamente e retocadas que vemos no Instagram não representam de todo a realidade. Esta suposta perfeição não existe e, se a vemos, é porque há todo um trabalho de artesanato por detrás

É por isso que o trabalho dos influenciers é decisivo para tornar os utilizadores conscientes deste tipo de coisas; da realidade por detrás dos bastidores. É precisamente isso que faz o protagonista da nossa história de hoje.

A modelo holandesa Rianne Meijer está a ‘fazê-lo’ com as suas publicações ‘realistas’ sobre o Instagram. Ela tem mais de 820.000 seguidores e o seu objectivo é muito admirável: mostrar como são falsas as fotos idílicas que vemos na rede social.

Como veremos mais adiante, o seu trabalho não é de todo subtil: ela exagera tanto quanto possível os truques utilizados pelos ‘instagramers’ para, através do ridículo, refletir melhor o que é claramente um problema.

Meijer explica também que a ideia de o fazer lhe surgiu enquanto esperava por um voo no aeroporto de Berlim:

“Ocorreu-me que não havia melhor maneira de passar o tempo do que mostrar a realidade tal como ela era, para lembrar que não há nada de perfeito em mim ou na minha vida. Sou apenas uma rapariga com grandes sonhos”, explicou ela.

Tudo o que se vês nas redes sociais não é verdade… e Meijer encontrou uma forma perfeita de o provar. O seu trabalho, claro, tem sido muito bem recebido pelos seus seguidores, que elogiam a sua coragem, pois arriscou-se a perder o seu emprego ao dedicar-se ao mundo da moda (de certa forma, é morder a mão que a alimenta).

É evidente que a maioria das fotos que vemos nas redes sociais como Instagram ou Facebook são retocadas, mas nem sequer os vídeos são poupados, uma vez que existem milhares de filtros que mudam completamente a aparência de quem lá aparece.

A Internet tornou-se um campo minado, e pessoas como Rianne ajudam-nos a não pisar essas minas e a explodir-nos a nós próprios.

As suas fotografias, que são obviamente humorísticas, usam fotografias impossíveis e ângulos estranhos para nos mostrar que é tudo uma questão de postura e que, se víssemos algumas das sessões fotográficas “celebridades” em que saem “perfeitas”, passar-nos-íamos com o quão falso é tudo.

%d bloggers like this: