29 Outubro 2020

Entretenimento

Descobre que as suas cartas Pokémon valem agora mais de 35.000 euros

O franchise Pokémon foi lançado em 1996 e desde então tornou-se uma das marcas de entretenimento mais conhecidas do mundo. O seu império não é alimentado apenas por jogos, mas também por merchandising, vestuário e até parques temáticos. A febre dos “animais estranhos da luta livre” ainda está viva ao sol de hoje e está certamente mais viva do que nunca.

Tal como acontece com todos os objetos de coleção que chegam ao mercado, alguns dos objetos que foram postos à venda por esta franquia nas suas origens, hoje em dia, valem bastante dinheiro (já sabeis como é caprichoso o mundo do colecionismo).

Lembras-te das cartas Pokémon com os quais brincávamos quando éramos pequenos? É verdade que ainda hoje se fazem para as novas gerações de Pokémon, mas os originais tinham um valor especial – e não apenas um valor sentimental, como se verá mais adiante.

O protagonista de hoje é um pai de Sutton Coldfield, no Reino Unido, que se apercebeu de que um jogo de cartas Pokémon que tinha esquecido num pequeno armazém vale atualmente 35.000 libras (cerca de 39.000 euros).

Nigel Brookes tem agora 34 anos e tem um cheque muito suculento que “caiu do céu”. A história de como Nigel recebeu estas cartas é muito curiosa: foram-lhe dadas pela sua mãe depois de ter impedido outras crianças de enganarem o seu irmão pequeno que na altura tinha 7 anos , de lhe tirarem as suas “melhores cartas”.

A sua mãe ficou fascinada com a reação do irmão mais velho e, em troca, deu-lhe uma capa completa com uma coleção de cartas, e o engraçado é que ele nem sequer gostava do Pokémon. Anos mais tarde, esquecido nas profundezas do seu armazém, encontrou-os e, por pura curiosidade, pesquisou o seu valor na Internet. O resto é história.

Agora, 21 anos depois do que aconteceu, está contente por ter recebido esse presente, uma vez que ‘encontrar’ quase 40.000 euros não é algo que aconteça todos os dias (nem a todos o mundo).

Nigel, que é agora o pai de três filhos, lembra-se perfeitamente da história: “Jeremy [o seu irmão mais novo] correu para casa mostrando esta nova carta do Pokémon que tinha trocado com as crianças da rua. Soube imediatamente que o que estes miúdos tinham feito era dizer a Jeremy que as suas cartas eram melhores e ele trocou-as com eles pelas suas cartas, que eram muito raras.

“O meu irmão ficou muito triste com isso e quando a nossa mãe descobriu, e sendo eu o irmão mais velho, queria que eu solucionasse”, explicou Nigel a um jornal local.

“Encontrei as crianças e recuperei a carta do meu irmão, por isso, como presente, a minha mãe trouxe-me esta rara coleção diretamente dos criadores do Pokémon nos Estados Unidos por cerca de £300”, diz o feliz colecionador involuntário.

A questão é que parece que se tratava de uma coleção especial publicada em 1999 que, ao longo do tempo, tinha sido muito revalorizada pela sua raridade. Portanto, nem todas as cartas Pokémon desse período valem esse dinheiro (acreditem, somos os primeiros a ficar desiludidos).

Mesmo assim, há cartas muito raras vendidas em Portugal que podem ter um valor de mercado de cerca de 60-80 euros, pelo que é sempre aconselhável dar uma vista de olhos.

%d bloggers like this: