8 Julho 2020

Entretenimento

Uma das cenas mais famosas do ‘Titanic’ foi um erro de DiCaprio

Titanic é um dos filmes mais famosos da história do cinema. A sua estreia no final dos anos 90 foi uma sensação e é ainda hoje um filme clássico . O filme que catapultou Leonardo DiCaprio e Kate Winslet para o estrelato tem tudo: amor, aventura e lágrimas… que mais sentimentos se pode pedir de um filme?

Um filme maravilhoso cheio de nuances e segredos… e é sobre este último que vimos hoje falar: as coisas escondidas por trás de uma das produções mais aclamadas da história do cinema.

O número de cenas emblemáticas neste filme é quase incalculável. Desde o momento em que os dois protagonistas fazem amor dentro do carro, através das classes de cuspe até à cena mítica e triste da tábua. Mas hoje vamos concentrar-nos noutra muito diferente: aquela em que Jack desenha Rose “como as suas amigas francesas”.

Essa cena é inesquecível: podemos ver Kate Winslet nua diante de um surpreendente DiCaprio que, com dificuldade, tenta pintá-la sem perder a sua concentração. O engraçado é que esta cena (pelo menos em parte) foi um erro de que o realizador gostou tanto que decidiu deixá-la na edição final.

Aparentemente, tudo começou quando DiCaprio ficou muito nervoso por ver Winslet nua. Não conseguia concentrar-se e, quando chegou o momento de se cingir ao guião, patinou de uma forma bastante engraçada. Leo era muito jovem e, apesar de já ter participado em grandes produções, nunca tinha enfrentado nada do género.

Como revelou o site britânico Mirror, quando Jack se prepara para pintar Rose e diz “Deita-te na cama, desculpa, no sofá”, o ‘erro’ não estava no guião, ou seja: Leo estava realmente errado ao dizer ‘sofá’.

A questão é que James Cameron, o realizador, gostou tanto do momento e achou-o tão natural que preferiu deixá-lo como estava. Segundo Cameron, essa cena reflete perfeitamente “o que estava a passar pela mente de Jack quando ele viu o corpo nu de Rose. A verdade é que só podemos concordar.

Mas isso não é tudo. Que DiCaprio estava tão nervoso tinha outra explicação: esta foi a primeira cena que filmaram juntos no filme. O director pensou que seria a melhor maneira de quebrar o gelo… e, depois do que viu, parece que conseguiu o seu objetivo.

Para além de tudo isto, é curioso ver como um erro nos deu uma das cenas mais emblemáticas e ternas da história do cinema.

%d bloggers like this: